quarta-feira , 13 dezembro 2017

Crac

O que é?

O crack é popularmente chamado de “pedra”, uma droga estimulante feita em laboratório, derivado da cocaína e manipulado para ser fumado.

É uma mistura aquecida de bicarbonato de sódio, amoníaco e água. São pequenas pedrinhas brancas ou amareladas de vários tamanhos e formas.

Quando se tornou ilegal?

Já que surgiu como derivado da cocaína, o crack nunca foi uma droga lícita. Pelo contrário, desde que virou epidemia nos estados unidos, na década de 80, sobretudo nos Estados Unidos, causou enorme preocupação da sociedade.

Usando Crack

Essa droga pode ser fumada em um cachimbo, mas muitos improvisam com tubos de vidro, garrafas plásticas ou até mesmo em papéis de alumínio.

O crack pode ser também inalado por meio da fumaça gerada no momento em que a pedra é aquecida.

O efeito é rápido, fazendo com que o usuário fique vulnerável à dependência logo na primeira vez que experimenta, despertando a vontade de usar cada vez mais.

Altos e baixos

Doze segundos. Esse é o tempo que a droga leva para ativar o centro de prazer no organismo. O usuário sente uma intensa euforia, bem estar e energia; alguns descrevem a sensação do uso como uma intensa excitação sexual.

A temperatura do corpo sobe, os batimentos cardíacos aumentam e as pupilas dilatam. Logo, todo o prazer é substituído pela irritação e inquietação do corpo. Pessoas que usam crack estão mais propensas a sofrerem ataque cardíaco, derrames e convulsões, mesmo as mais saudáveis, podendo até mesmo ser fatal.

Sexo com Crack

O usuário passa a não sentir mais prazer em outros aspectos da vida com o uso do crack, como comer, fazer exercícios e até sexo. Isso porque as sensações que essas outras atividades trazem, passam a ser praticamente “nada”, comparadas às sensações que a droga proporciona.

É como se o sistema do organismo ficasse insensível, desenvolvendo um distúrbio chamado anedonia, em que na memória, restam apenas os momentos das sensações que o crack causa. O usuário passa, então, a viver em função da droga.

Um relacionamento de longo prazo?

O crack é a droga mais devastadora e pode provocar dependência desde a primeira pedra. Nos momentos de fissura (vontade incontrolável de usar a droga), a pessoa precisa fumar 20, 30 vezes por dia.

Quem experimenta crack vive dramas muitas vezes irreversíveis. Não é apenas a saúde do usuário que se corrompe. Você poderá ver amigos, emprego e todas as suas conquistas irem embora devido às inúmeras consequências causadas por essa droga.

A degradação acontece em uma velocidade incontrolável, o usuário deseja droga a qualquer custo, sendo capaz de gastar todo o dinheiro, roubar coisas de casa para vender, se prostituir e até cometer crimes como furtos e roubos para sustentar a dependência.

Crack com outras drogas

Maconha – algumas pessoas misturam pedras de crack em cigarros de maconha, chamados de piticos ou mesclado. Muitos artigos mostram que os traficantes sabem o perigo das drogas, principalmente do crack. Muitos ainda o misturam propositalmente nesses cigarros de maconha, aumentando o número de dependentes dessa droga devastadora.

Álcool – o álcool deixa a pessoa desinibida, podendo servir de estimulante para experimentar o crack. Por isso, esteja sempre atento.

Anfetaminas, Ecstasy – com crack, essas drogas aumentam a pressão no coração, exigindo com que ele trabalhe mais para bombear o sangue. A pessoa corre mais riscos de sofrer derrames e ataques cardíacos.

É bom saber

Se antes o crack estava apenas entre as classes mais baixas da sociedade, hoje, seu consumo, também já invadiu o ambiente das classes mais privilegiadas, média e alta.

Dados da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) mostram um crescimento de 42% no número de dependentes de crack que buscaram tratamento entre 2005 e 2009 no Proad – Programa de Orientação e Atendimento a Dependentes.

Segundo um estudo da Unifesp, um em cada três usuários de crack morre nos primeiros cinco anos de consumo da droga. Esse índice se dá não só pelo uso da droga, mas também pela atividade do tráfico e até por assassinato ou acidentes em tentativas de roubo.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*